Loading…

O que a Greta Defende?

A ativista Greta Thunberg é uma jovem sueca, que se tornou a voz por trás dos protestos do movimento “Sextas Pelo Futuro”. Ela é a líder em defesa do meio ambiente e tem sido amplamente celebrada pela mídia internacional por sua luta pela preservação do clima.

O mundo precisa de pessoas mais corajosas como Greta Thunberg, que foi capaz de desafiar representantes conservadores controversos, como Jair Bolsonaro e Donald Trump.

A ativista nasceu em 3 de janeiro de 2003, filha da cantora de ópera Malena Ernman e do ator Svante Thunberg. Ela ganhou reconhecimento internacional, consolidando a sua biografia, quando desafiou os líderes mundiais a tomarem medidas imediatas contra as mudanças climáticas e o efeito estufa.

quem é greta thunberg

 

Qual o objetivo da Greta Thunberg?

O objetivo principal do movimento contra as mudanças climáticas, liderado por Greta Thunberg, é incentivar os representantes políticos a reduzirem os gases causadores do aquecimento global até 2030.

No ano de 2018, a ativista deu início à greve climática nas escolas, todas as sextas-feiras. Os seus discursos públicos se tornaram internacionalmente reconhecidos pelos ativistas do clima. A sua popularidade explodiu nas redes sociais, com estratégias que envolviam discursos na ONU, rapidamente disseminados no YouTube. 

Greta Thunberg estava na nona série na época e iniciou o seu ativismo em agosto do mesmo ano, quando exigiu que o parlamento sueco reduzisse as emissões de carbono para cumprir as determinações do Acordo de Paris.

 

Do Parlamento da Suécia à Pessoa do Ano

Por protestar apaixonadamente contra essa injustiça por três semanas fora de Riksdag, todos os dias durante o horário da escola, usando cartazes como Skolstrejk för Klimatet (“Greve Escolar pelo Clima”), a ativista Greta passou a não ser mais ignorada pelos políticos: eles estavam debatendo, sozinhos, sobre como queriam que as demandas sobre o clima fossem atendidas. Mal sabiam que aquela pequena criança se tornaria, em breve, a pessoa do ano.

Os esforços dela foram poderosos e a levaram a se tornar uma estrela das redes sociais. A ativista Greta inspirou outros alunos em todo o mundo, liderando-os em greves na escola, sempre às sextas-feiras. O conteúdo de cada discurso atraiu cada vez mais a atenção do público e logo outros estudantes se juntaram às suas demonstrações no parlamento da Suécia, até os jovens tomarem a Europa e o mundo.

Greta continuou fazendo greves da escola sozinha, como porta-voz do movimento, enquanto também organizava manifestações sobre o clima em grande parte da Europa, com discursos de alto impacto, que resultaram em um número crescente de seguidores no Facebook e no Twitter. As pessoas admiravam a rapidez com que ela se tornou uma ativista internacional tão jovem e ainda na escola!

Ela fez alguns dos discursos mais memoráveis ​​da história recente, em conferências e reuniões ao lado de líderes mundiais, discursando sobre as mudanças climáticas e o aquecimento global.

Em 2018, ela fez um discurso antes da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP24). A sua mensagem ressoou além das fronteiras para pessoas de todas as idades, que estão preocupadas com esse problema, bem como para quem deseja que as instituições, em todo o mundo, assumam a responsabilidade de enfrentar as mudanças climáticas juntos.

Todo este impacto global, de greve e engajamento de jovens do mundo inteiro, culminou na sua eleição como pessoa do ano, em 2019, pela Revista Time.

greta thunberg pessoa do ano

A Ativista Greta contra Donald Trump e Jair Bolsonaro

Ela agora se tornou o rosto de um movimento global. O que começou como uma greve escolar pela mudança climática em frente ao parlamento sueco, rapidamente se espalhou pela Europa e depois para outras partes do mundo.

Greta se reuniu com representantes mundiais e falou em eventos da Assembleia Geral da ONU, aumentando a conscientização sobre a urgência da mudança climática. Ela faltava às aulas da escola às sextas-feiras, para protestar em frente ao parlamento sueco em Estocolmo. O Papa Francisco agradeceu por tudo o que ela fez.

Em 2020, no Fórum Econômico de Davos, Greta Thunberg arrematou que nada foi feito pelo clima: os líderes mundiais nada fizeram para reduzir as emissões de CO2. Ela quer que a voz dos jovens e da ciência tenham mais peso nas discussões sobre proteção climática. Ela está colaborando para que o capitalismo dos conservadores entre em crise.

Quando o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tweetou “pare a contagem!”, Greta Thunberg, então com 17 anos, retribuiu uma zombaria feita pelo norte-americano no passado.

Nas palavras dela: “Tão ridículo, Donald deve trabalhar em seu problema de controle da raiva” e passou a oferecer uma alternativa para o que ele deveria fazer a seguir, que seria assistir um bom filme antiquado com os amigos. “Acalme-se, cara.”, ela arrematou.

Em abril de 2021, Greta confrontou Jair Bolsonaro, dizendo que ele não leva a questão climática a sério, pois aprovou um corte de 24% no orçamento ambiental neste ano, em relação ao ano anterior. Ele fez isso um dia após se comprometer a aumentar os gastos para combater o desmatamento.

 

Greta Thunberg na Anistia Internacional

Em 2019, aos 16 anos, Greta ganhou o Prêmio Embaixador da Consciência de 2019, na Anistia Internacional. A ONG disse que ela demonstrou uma liderança única e coragem para defender os direitos humanos.

O prêmio foi entregue pelo secretário-geral da Anistia Internacional Kumi Naidoo, que foi também um jovem ativista durante o regime do apartheid na África do Sul. Greta recebeu o prêmio em Washington, DC, após viajar de barco até os EUA.

Síndrome de Asperger como Superpoder

A estudante era muito quieta e isolada na infância. Sofreu bullying. E, de repente, o movimento que ela iniciou “saiu do controle” e ela se tornou uma das pessoas mais famosas do mundo.

Quando tinha 11 anos, Thunberg foi diagnosticada com Síndrome de Asperger. Ela descobriu que, embora seu diagnóstico a limitasse em alguns aspectos, ela não acreditava que o autismo fosse uma doença e, em vez disso, o via como um superpoder. “Eu tenho Síndrome de Asperger, o que significa que às vezes sou diferente do normal”, disse Thunberg. “Mas, dadas as circunstâncias certas – ser diferente é um superpoder!” Em uma entrevista ao New York Times, ela disse que ser autista é dizer as coisas como elas são.

O Orgulho Autista e a Neurodiversidade como Direito Humano

Hoje em dia, Greta acredita que o autismo é uma dádiva, fortalecendo o movimento do #orgulhoautista. Ela disse: “Em quase todos os lugares, há recursos muito limitados para dar às pessoas autistas o suporte necessário. Sem esses ajustes, o autismo pode se transformar em uma deficiência.”

Mas, nas circunstâncias certas, pode realmente ser um presente e se transformar em algo que você – e a sociedade – pode se beneficiar. (…) O autismo não é uma doença. Não é algo que você “tem”. Definitivamente não é “causado” por nada como vacina ou dieta. Significa simplesmente que você é um pouco diferente de todas as outras pessoas.”

Greta está no caminho certo. Hoje, médicas, como Catherine Crompton, já pesquisam que o autismo não tem, necessariamente, relação com deficiência de comunicação (aliás, como dizer isso após Greta?). Autismo envolve uma comunicação e uma interação diferenciada, conglobando uma inteligência específica diferente da maioria.

Greta Thunberg, o Meio Ambiente e as Mudanças Climáticas

ativista greta

 

A ativista sueca Greta Thunberg recebeu muitos prêmios de prestígio por seu trabalho. Em 2019, ela recebeu o Prêmio Frit Ord, Prêmio Rachel Carson, Prêmio Embaixador da Consciência e foi nomeada Pessoa do Ano da TIME, entre outros.

Ela se recusou a aceitar o prêmio do Conselho Ambiental Nórdico, em 2020, como um protesto contra a falta de ação dos políticos sobre as mudanças climáticas. Ela também possui um diploma honorário da University Mons Belgium.

A estudante também escreveu os livros: “Ninguém é Pequeno Demais para Fazer a Diferença” e “Nossa Casa Está Pegando Fogo”. Nas horas vagas, ela gosta de fazer quebra-cabeças, assistir a muitos documentários, ler muito e estar com os seus cachorros.

Do Parlamento Sueco ao Prêmio Nobel da Paz

A ativista Greta foi indicada duas vezes para ganhar o Prêmio Nobel da Paz. Os parlamentares suecos Jens Holm e Håkan Svenneling escreveram na carta ao comitê responsável pela indicação dos vencedores:

“Greta Thunberg é uma ativista climática, e a principal razão pela qual ela merece o Prêmio Nobel da Paz é que, apesar da tenra idade, ela trabalhou duro para fazer os políticos abrirem os olhos para a crise climática.”

O Prêmio Nobel ainda não chegou para ela, mas ninguém tem dúvidas que essa vitória é uma questão de tempo.

A Crise Climática é uma Crise Social

Thunberg sustenta que a crise climática é uma crise social. As pessoas mais vulneráveis são aquelas que são mais afetadas.

Ela diz que a crise climática é “sobre o tempo e a quantidade de CO2 acumulado na atmosfera e sobre o que fazemos agora. Não devemos nos concentrar em cenários vagos e hipotéticos no futuro, mas sim no que precisa ser feito agora. Mas precisamos tratá-la como uma crise – e se isso parecer vago, dê uma olhada na pandemia do coronavírus. Tratamos isso como uma crise? Sim. Isso mostra que a mídia é capaz de tratar algo como uma crise e mudar a sua forma de operar.”

O Efeito Greta Thunberg

Em fevereiro de 2020, o ente regulador de mídia do Reino Unido, Ofcom, reconheceu a influência da ativista Greta nos jovens de todo o mundo como “O Efeito Greta Thunberg”. Isso levou a um maior ativismo online entre os jovens em 2019.

Em comparação com os anos anteriores – de acordo com o Ofcom – quase um quinto dos jovens nas redes sociais, com idades entre 12 e 15 anos, as usam para expressar o seu apoio a causas / organizações ambientais, políticas ou de caridade online.

mudanças climáticas

Greta Thunberg e o COVID-19

A ativista têm relacionado a crise do COVID-19 com as questões climáticas. Na lógica dela, as crises biológicas e climáticas são crises sociais, que eclodiram pela inércia dos lideres mundiais de fazerem o que precisa ser feito.

Recentemente, ela disse, em um post do Facebook, que cerca de 1 em cada 4 pessoas em países de alta renda receberam a vacina COVID-19, em comparação a apenas 1 em mais de 500 países de baixa renda. Na crise biológica, o problema é maior onde há mais pobreza.

A fundação da estudante doou € 100.000 para apoiar a COVAX e garantir uma distribuição global mais justa da vacina COVID-19.

Há esperança para o mundo?

Greta Thunberg acredita que as pessoas estão subestimando o poder delas e o da democracia de colocar pressão sobre os donos do poder.

As alterações climáticas são uma emergência: os jovens e as pessoas, em geral, precisam descobrir a sua força de produzir esperança na política e salvar o clima.

Em seu discurso no COP-25, da ONU, em Madrid (2019), Greta disse que há esperança, mas ela não vem dos governos e corporações:

“Vem do povo. As pessoas, que estavam inconscientes, mas que agora estão começando a acordar. E quando tomamos consciência, mudamos. As pessoas podem mudar. As pessoas estão prontas para a mudança. E essa é a esperança, porque temos democracia e a democracia está acontecendo o tempo todo, não apenas no dia das eleições, mas a cada segundo e a cada hora. É a opinião pública que administra o mundo livre.”

Quem é Greta Thunberg e o que ela representa?

Em uma entrevista sobre o meio ambiente ao “The Big Issue”, a ativista disse:

“Vemos a crise climática como algo que nos atingirá no futuro. E, claro, vai. Mas esquecemos que inúmeras pessoas já estão sofrendo e morrendo por suas consequências hoje. Portanto, a crise climática já está nos atingindo.

Não seremos capazes de evitar todas as consequências disso – isso já é tarde demais – mas nunca é tarde demais para fazer o máximo que pudermos. Cada fração de grau é importante e ainda temos tempo para evitar as piores consequências. ”

Ela se tornou uma pessoa que muitos jovens aspiram a ser e já é parte da história do século XXI.

Quem é Greta Thunberg?! É a nossa campeã do clima. A ativista criou um novo modo de fazer política com esperança, desenvolvendo-o em cada discurso de proteção da natureza.

Assista ao vídeo que fizemos sobre a história da Greta Thunberg:

Embed from Getty Images

Direito Novo Newsletter 576x1024 - Quem é Greta Thunberg? Tudo o que você precisa saber

GANHE O NOSSO EBOOK!

ASSINE GRÁTIS A NOSSA NEWSLETTER E GANHE O NOSSO EBOOK DE JURISPRUDÊNCIA! APRENDA TUDO SOBRE O STF E O STJ.

Não enviamos spam! Você receberá cerca de 2 emails por semana.

Quem é Greta Thunberg? Tudo o que você precisa saber