Os elei­to­res bra­si­lei­ros estão assus­ta­dos com o cená­rio polí­ti­co de 2018.  A clas­se polí­ti­ca está enchar­ca­da de denún­ci­as de cor­rup­ção e os elei­to­res já temem pelo futu­ro do país em um cená­rio incer­to e deso­la­dor. Lula, Bol­so­na­ro, Alck­min, Mari­na Sil­va. As opções já são qua­se todas conhe­ci­das, mas até as elei­ções mui­ta coi­sa pode mudar. “Qual­quer mudan­ça não pas­sa de nomes”, deve pen­sar o bra­si­lei­ro mais exi­gen­te, ten­do a impres­são de que todos os polí­ti­cos são iguais.

Não seria sur­pre­sa se o Bra­sil saís­se da pola­ri­za­ção e entras­se na apa­tia. Nin­guém se sur­pre­en­de­ria se o recin­to des­sa apa­tia fos­se con­for­tá­vel o sufi­ci­en­te para qua­se nin­guém sair. Qua­se, pois já exis­tem no Bra­sil algu­mas vozes dis­so­nan­tes, dis­pu­tan­do a aten­ção das mas­sas dian­te das bolhas que sufo­cam quem pen­sa dife­ren­te. Vania Aie­ta é uma des­sas vozes res­tau­ra­do­ras da espe­ran­ça das pes­so­as em momen­tos de des­cren­ça.

Vânia Aieta e Leonel Brizola em importante reunião.

Vânia Aie­ta e Leo­nel Bri­zo­la eram ali­a­dos na déca­da de 90.

Advo­ga­da, líder em direi­to cons­ti­tu­ci­o­nal na Ordem dos Advo­ga­dos do Bra­sil, pro­fes­so­ra, madri­nha do Direi­to Elei­to­ral Bra­si­lei­ro. Auto­ra de livros de suces­so e deten­to­ra de títu­los. Mes­mo assim, esco­lheu a sim­pli­ci­da­de ao invés da pom­pa, leci­o­nan­do com ter­nu­ra no mes­tra­do e dou­to­ra­do da Uni­ver­si­da­de do Esta­do do Rio de Janei­ro (UERJ).

E as qua­li­fi­ca­ções não param por aí. Vânia e sua famí­lia são res­pon­sá­veis por pro­je­tos edu­ca­ci­o­nais vito­ri­o­sos. Seu pro­fes­sor foi Darcy Ribei­ro. Seu men­tor inte­lec­tu­al, Leo­nel Bri­zo­la. Ela é sobre­vi­ven­te da boa polí­ti­ca cari­o­ca. A jovem dis­cí­pu­la de Bri­zo­la hoje des­pon­ta como refe­rên­cia no cená­rio jurí­di­co naci­o­nal.

O lei­tor do Direi­to Novo pode pen­sar que estou exa­ge­ran­do sobre o méri­to alheio. Não con­fun­da, por favor. Estou sen­do jus­to. Fazen­do no Bra­sil o que é comum nas mais reno­ma­das uni­ver­si­da­des ame­ri­ca­nas: dar o méri­to no tem­po cer­to a quem tem direi­to. Pre­ci­sa­mos falar de Vânia, de Ricar­do Lobo Tor­res, de Ricar­do Lyra, de Ana Pau­la de Bar­cel­los, de Rafa­el Medi­na, de Gus­ta­vo Kloh. Pre­ci­sa­mos falar daque­les que estão trans­for­man­do o direi­to bra­si­lei­ro para melhor, como é prá­ti­ca comum, por exem­plo, nos edi­to­ri­ais da Uni­ver­si­da­de de Yale. Pre­ci­sa­mos falar de Vânia.

A pro­fes­so­ra lan­ça o livro “Cri­mi­na­li­za­ção da Polí­ti­ca” nes­ta segun­da-fei­ra, 4 de dezem­bro de 2017, às 16:30h, no Cen­tro Cul­tu­ral da Jus­ti­ça Elei­to­ral, na Rua Pri­mei­ro de Mar­ço, 42, no Cen­tro da Cida­de do Rio de Janei­ro. Ano­te na agen­da e che­gue cedo, por­que o even­to cos­tu­ma lotar e é uma óti­ma opor­tu­ni­da­de para conhe­cer os mais famo­sos advo­ga­dos do Bra­sil. 

O livro é uma crí­ti­ca à judi­ci­a­li­za­ção da polí­ti­ca e um bra­do pelos direi­tos fun­da­men­tais. Vânia saiu do lugar comum da polí­ti­ca bra­si­lei­ra, con­tan­do como o direi­to pode rea­gir à cri­se polí­ti­ca naci­o­nal e dan­do alter­na­ti­vas de defe­sa aos polí­ti­cos séri­os, sem fazer vis­ta gros­sa aos cor­rup­tos. A auto­ra ela­bo­rou argu­men­tos novos, auxi­li­an­do os advo­ga­dos a ven­cer as suas cau­sas, man­ten­do um tom capaz de con­ven­cer os juí­zes.

Imagem do livro Criminalização da política de Vânia Aieta.

O livro está a ven­da no site da Edi­to­ra Lumen Juris por R$ 48,00.

Leia mais: Ali­men­tos gra­ví­di­cos / Advo­ga­dos Ines­que­cí­veis

Sobre Igor Pereira

Dou­to­ran­do e Mes­tre em Direi­to pela Uni­ver­si­da­de do Esta­do do Rio de Janei­ro (UERJ). Estu­da Wri­ting na Uni­ver­si­da­de da Cali­fór­nia — Ber­ke­ley. Já leci­o­nou na UERJ, UFRJ, FGV e em outras uni­ver­si­da­des. É o líder da Clí­ni­ca DDP — Direi­tos Huma­nos, Des­cons­tru­ção e Poder Judi­ciá­rio, com atu­a­ção no Supre­mo Tri­bu­nal Fede­ral. Autor de diver­sos livros e arti­gos jurí­di­cos. Gos­ta do prag­ma­tis­mo nor­te-ame­ri­ca­no, mas sem dis­pen­sar o bom gos­to pari­si­en­se.

Visi­te o meu Site
Veja todas as pos­ta­gens